Pesquisar este blog

sábado, outubro 25


Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um não. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo...

quinta-feira, outubro 23


Gostava de acordar todos os dias assim:cair sem almofada em cima da realidade.

Com a certeza de que seguir em frente é o único caminho.

Sem me perder em mundos e noites que já não me pertencem.

Alice Lemarin

domingo, outubro 19

SONHOS


“No quintal de lá de casa
Tem um pé de sonhos....”
((Marcos Aurélio Mendes))

FUTURO

Não se preocupe com o futuro.
Ou então preocupe-se, se quiser, mas saiba que
pré-ocupação é tão eficaz quanto mascar chiclete para tentar
resolver uma equação de álgebra.
As encrencas de verdade em sua vida tendem a vir de coisas que nunca passaram pela sua cabeça preocupada,
E te pegam no ponto fraco a qualquer momento.
Todo dia, enfrente pelo menos uma coisa que te meta medo de verdade. cante.
Não seja leviano com o coração dos outros.
Não ature gente de coração leviano.
Não perca tempo com inveja.
Às vezes se está por cima,as vezes por baixo.
A peleja é longa e, no fim, só você contra você mesmo.
Não esqueça os elogios que receber.
Esqueça as ofensas.
Se conseguir isso, me ensine.
Guarde as antigas cartas de amor.
Saia do casulo, renove-se, voe..é o que vale a pena

AMOR


Com o amor não se brinca sem castigo.

August Strindberg

MAGÓAS


"Se eu me magôo e passo a odiar quem foi insensível comigo,

esse problema é MEU, não do outro.

O outro apenas não correspondeu às minhas expectativas,

não deu o colo que eu achava que merecia,

não foi o amigo que eu queria que tivesse sido.

Ele foi ELE.

EU é que queria que ele tivesse agido diferente.

Então EU sou o responsável pelo que sinto".

Léa Waider